Agora Que Você é Salva

Prezada irmã, foi muito bom ouvir que você nasceu de novo. Foi, sem dúvida, o passo mais importante da sua vida. A partir do instante em que você creu você tornou-se uma nova criatura (II Coríntios 5:17). Antes morta em delitos e pecados (Efésios 2:1), você agora tem vida espiritual. Antes seguindo o curso deste mundo (Efésios 2:2), você agora segue a carreira cristã. É agora que você realmente começou a viver!


É bem provável que você esteja pensando: “E agora? Agora que sou salva, o que é que Deus quer de mim?” Permita-me dizer que esta é a melhor atitude que você poderia ter, imitando o exemplo de Paulo quando creu. Ainda deitado no chão na estrada para Damasco, suas palavras foram: “Senhor, que queres que eu faça?” (Atos 9:6). Irmã, que seja esta a sua atitude, sempre! Em qualquer circunstância da sua vida, procure sempre descobrir o que é que o Senhor quer que você faça. Não seja serva dos homens, mas de Deus. Como disse o Espírito Santo: “No tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus. Porque é bastante que no tempo passado da vida fizéssemos a vontade dos gentios” (I Pedro 4:2-3). Você não pertence mais a você mesma — você agora pertence ao Senhor (I Coríntios 6:19-20). Para honrá-Lo e demonstrar sua gratidão pelo Senhor que lhe salvou, obedeça-O sempre. Foi Ele mesmo quem disse: “Se me amais, guardai os Meus mandamentos” (João 14:15).

Sei que você O ama — sei que você quer obedecê-lO. Mas por onde começar? O que Ele quer que você faça? Se você ainda não foi batizada, esta deve ser a sua primeira preocupação. O Senhor nos mandou fazer “discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19). O batismo é um passo de obediência e um testemunho da sua conversão. Ao ser colocada nas águas você diz, em figura, que foi sepultada com Cristo, morta ao pecado; ao sair das águas você diz, em figura, que ressurgiu para andar em novidade de vida (leia Romanos 6:1-6). O batismo, você sabe, não salva, mas é um testemunho público da transformação interior que Deus efetuou na sua vida no momento em que você creu no Senhor Jesus. É um dos primeiros passos na vida de um récem-convertido.

Além deste passo importante do batismo, há algumas coisas básicas que agora devem ser características da sua nova vida. O amor vem em primeiro lugar. O Senhor Jesus disse: “Isto vos mando: que vos ameis uns aos outros” (João 15:17). Você logo descobrirá que seus irmãos e irmãs em Cristo não são perfeitos, mas você deve suportá-los e perdoá-los — “assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também” (Colossenses 3:12-15). Além disso você deve seguir a santidade, seja na área moral (I Coríntios 6:15-20; I Tessalonicenses 4:3-7), nas suas conversas (Efésios 4:25, 29-32), nos seus negócios (Romanos 13:6-8), e em qualquer outra área da sua vida, para que o nome de Deus não seja blasfemado por sua causa (Romanos 2:21-24). “Como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver” (I Pedro 1:15).

Você deve deixar de lado a vaidade que caracteriza as mulheres não salvas (sua maquiagem, suas roupas indiscretas e indecentes, e coisas semelhantes), em obediência à Palavra de Deus (I Timóteo 2:9-10; I Pedro 3:3-5). Suas amigas, com certeza, não entenderão o porquê desta sua mudança. Provavelmente dirão que você é tola por ser submissa a seu marido como Deus ensinou (I Pedro 3:5-6; Efésios 5:22-24), e por preocupar-se em ser uma boa mãe e boa dona-de-casa (Tito 2:4-5). O mundo hoje perdeu de vista o lugar digno e privilegiado que Deus reservou para a mulher, e não entende (nem aceita) as verdades da Bíblia. Ao ser alvo da zombaria das suas “amigas”, porém, não se abale; saiba que “as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos” (I Pedro 5:9), e que a sua obediência é agradável a Deus. Sofrer por fazer o mal é uma vergonha; sofrer por ser cristão é uma bênção (I Pedro 4:14-16).

Além de testemunhar pelo seu bom exemplo, Deus lhe diz: “Vai para a tua casa, para os teus, e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez, e como teve misericórdia de ti” (Marcos 5:19). Sempre que houver uma oportunidade, fale da graça de Deus e da salvação que há no Senhor Jesus Cristo, especialmente para aqueles que você já conhece (seus familiares, amigos, vizinhos, etc.).

É da vontade de Deus, também, que você se reúna com outros cristãos ao nome do Senhor Jesus Cristo (Mateus 18:20), sem assumir qualquer nome ou denominação. O único grupo que o Novo Testamento reconhece é um grupo de cristãos reunidos unicamente ao nome do Senhor Jesus Cristo e submetendo-se à Sua autoridade. Unindo-se a uma igreja destas você fará parte de um corpo (I Coríntios 12:14-27), onde cada irmão e irmã tem uma função a desempenhar. Como irmã, sua responsabilidade nas reuniões da igreja é testemunhar sem palavras, permanecendo em silêncio (I Coríntios 14:34-35; I Timóteo 2:11-15) e cobrindo sua cabeça (I Coríntios 11:1-16). Através desta distinção entre irmãos e irmãs, Deus fala até aos anjos (I Coríntios 11:10). Mesmo não falando em voz alta, você pode, com orações silenciosas no seu coração e por aceitar a posição estabelecida por Deus, ser de grande ajuda para desenvolver um ambiente espiritual na igreja. Sendo parte da igreja, esteja sempre disposta a ajudar naquilo que estiver ao seu alcance, inclusive com sua oferta monetária (I Coríntios 16:1-2). Participe, e procure não faltar a nenhuma reunião da igreja (Hebreus 10:25). E lembre-se que uma igreja local é um santuário de Deus aqui na Terra (I Coríntios 3:16-17) — jamais faça algo que possa prejudicar ou dividir a igreja.

Uma igreja que segue o padrão bíblico será governada por presbíteros, homens levantados por Deus (Atos 20:28) para guiar o rebanho pelo exemplo, e não por força (I Pedro 5:2-3). Cristo, o Senhor que você ama, pede que você obedeça estes presbíteros (Hebreus 13:7, 17), contribuindo assim para o bom andamento da obra do Senhor na igreja à qual você pertence.

Por fim (e talvez o mais importante), separe algum tempo todo dia para ler a Palavra de Deus e orar, tendo comunhão com Deus. Pela Bíblia Deus falará ao seu coração, revelando-lhe a Sua vontade e o Seu amado Filho. E pela oração você falará com Deus, aproveitando-se da liberdade que Ele lhe dá (Hebreus 10:19-23) para lançar diante dEle toda a sua ansiedade (I Pedro 5:7). Não permita que nada impeça você de ter este tempo a sós com o seu Senhor todo dia. Muitos contratempos surgirão, a preguiça e o cansaço poderão lhe desanimar, mas insista em manter comunhão diária com Deus.

É esta comunhão diária que lhe dará forças para vencer a carne. Você logo perceberá que a luta entre a carne e o espírito (Gálatas 5:16-26) não é mera teoria, mas algo bem real. A velha natureza com a qual nascemos (a “carne”) é atraída pelo pecado — já a nova natureza que recebemos de Deus (o “espírito”) é atraída pelas coisas de Deus. As duas naturezas são incompatíveis e inimigas, e uma das duas terá mais influência na sua vida. Se andarmos perto de Deus a carne ficará fraca, e o espírito dominará — se buscarmos as coisas deste mundo, porém, veremos a carne dominando em nossas vidas.

Irmã, há muito mais que poderia ser escrito, mas isto basta como introdução. Se você tiver o desejo sincero de agradar e obedecer a Deus em tudo, custe o que custar, Ele lhe revelará a Sua vontade, e você será realmente bem-aventurada. Posso lhe dizer, com toda certeza, que o caminho que você começou a trilhar é o melhor que existe na Terra. Haverá muitos espinhos e provações neste caminho, mas lembre-se da bendita esperança que temos guardada nos céus (I Pedro 1:4). Lembre-se que “a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo” (Filipenses 3:20). Portanto, “olhando para Jesus, autor e consumador da nossa fé”, corra “com perseverança a carreira” na qual você ingressou (Hebreus 12:1-2).

Que Deus lhe abençoe a guarde, minha irmã, até o dia bendito em que nos encontraremos com nosso amado Salvador nos ares; e então, diz a sua Palavra, “estaremos para sempre com o Senhor” (I Tessalonicenses 4:17).

“Ora vem, Senhor Jesus!” (Apocalipse 22:20).

W. J. Watterson

Nenhum comentário:

Postar um comentário